Ser saudável e a ortorexia nervosa



Cada dia que passa essa palavra entra mais ainda no vocabulário por aqui, mas daí me perguntei: o que é ser saudável?

Saudável: adj. Que é bom para a saúde; salutar. p.ext. Útil, benéfico, vantajoso, propício.

Na minha casa minha mãe sempre inseriu alimentos frescos e ingredientes saudáveis em nossa alimentação. Mas também entravam porcarias e industrializados como em todas as casas mas, me lembro que ela só deixava nos finais de semana...rs... 


Porém, frutas, verduras e legumes sempre foram essenciais.

Hábitos esses que eu e meus irmãos levamos para uma vida toda.

Com o blog vejo cada vez mais que, as pessoas acreditam que ser "saudável" é só comer frutas, legumes e verduras, arroz integral e tomar sucos.

Li outro dia em uma postagem sobre a ORTOREXIA NERVOSA!

Você já ouviu falar?





Segundo a psicóloga Tania Cislinschi a Ortorexia Nervosa é a obsessão por ingestão alimentar saudável. 

Ainda não é considerado um transtorno alimentar reconhecido oficialmente, como a bulimia e anorexia nervosa, mas cada vez mais casos semelhantes têm aparecido.



A questão é a rigidez desse estilo de alimentação, levando a pessoa a auto-punição caso haja algum deslize, como jejum, restrição alimentar ou excesso de atividades físicas.

Ironicamente, as escolhas alimentares se tornam tão restritas que a saúde acaba sofrendo danos.

Quem quiser saber mais sobre esse tema, vale a pena a leitura do texto "Quando o comer saudável vira doença" da nutricionista Marle Alvarenga.

Sempre falo isso em minhas postagens, mas repito novamente:

Precisamos nos alimentar bem sim! Mas sem neurose!

Para mim, alimentação saudável é aquela feita com ingredientes frescos, saborosa e rica em nutrientes. 

Um exemplo, amo comer em restaurantes! E mais ainda quando sei que aquela comida foi  preparada ali, com ingredientes frescos, feita com carinho e amor. 

Tem coisa mais saudável que isso? 

Não importa se tem 100 ou 1.000 calorias para mim, porque eu NÃO conto calorias!

O prazer que me alimentar bem me proporciona vale muito mais do que entrar nessa neurose.

E sim! Também como doces, batata frita, bolos com glúten e com açúcar!

A questão é saber dosar, comer comidas assim em dias específicos e não todo dia!

A informação está aí, para quem quiser ler ou ver, temos que aceitar que a maioria dos produtos industrializados não contém nutrientes algum (nunca me canso de indicar para que vocês assistam o documentário Muito além do peso) então nesse ponto tento ao máximo não comprar e não incentivar o seu consumo. 

Mas para cada um indico a pesquisa, vale a pena e é libertador!

Sempre use e busque o bom senso! 

Ache o seu equilíbrio também e seja feliz!!

Beijinhos ;)



Nenhum comentário:

Postar um comentário