Ser saudável custa muito menos do que você imagina!





Já ouviram a frase que diz: "Contra fatos não há argumentos?"

Pois então... Aqui em casa nós fazemos o controle mensal de gastos e dividimos os mesmos por itens como escola, manutenção da casa, saúde, restaurantes, alimentação, vestuário e outros.

Fazemos isso em uma planilha que atualizamos todo fim de mês e com isso podemos analisar os meses e os anos.

Hoje meu marido fez a análise do mês de dezembro e com isso fechamos 2014.

Daí fizemos uma análise do que foi gasto em 2013 e em 2014 com o item alimentação que engloba supermercados, quitandas, açougues e tudo que for relativo a insumos e ingredientes alimentares.

Em 2013 eu ainda comprava muitos produtos industrializados, principalmente para fazer a lancheira das minhas filhas, sucos de caixinhas de fruta ou de soja, bolinhos "vitaminados", bolachas "integrais", enfim, todas essas "facilidades" da vida moderna com a ilusão de que estaria dando para elas alimentos bons e de boa qualidade nutricional.

Em 2014 mudamos nossos hábitos, fomos todos ao nutricionista e passamos a fazer os bolinhos e lanchinhos delas em casa. As refeições eu já costumava fazer em casa, caseiras, sem muitos produtos industrializados, então não foi tão difícil para nós. Mas os benditos "lanchinhos" nós mudamos.

E acreditem se quiserem nós tivemos uma economia real de um ano para o outro.

Considerando uma inflação oficial que deve fechar em torno de 6,5% (porém nossa percepção foi que os preços deste segmento subiram pelo menos em torno de 10% a 15%) as nossas despesas tiveram uma redução de 5%!

Mas fazendo um aprofundamento nesta analise percebemos que foi realmente a redução destes itens que mencionei que eram para o lanche de nossas filhas que tiveram maior peso nessa economia. 

Em resumo tivemos redução de custo em uma economia inflacionária (onde a tendência seria gastar mais que o ano anterior) com uma alimentação melhor, ou seja, ganhamos dos dois lados.

A conclusão é que vale a pena tanto pela saúde física como pela financeira mudar os hábitos.

E que uma vez colocados na rotina não significam nenhum esforço adicional pois, acabam se incorporando ao nosso dia. Sem contar a recompensa de ver as filhas orgulhosas de estarem levando algo preparado em casa e que muitas vezes ajudam a preparar.

Então, volto a afirmar, ser saudável é fácil sim! E ainda gastamos menos com isso!

Estou bem longe de ser a pessoa mais saudável do mundo e sempre falo que nem é isso que quero. Não sou e nem vou ser neurótica. 

Mas garanto que você não precisa comer todos os ingredientes da "moda" para ser saudável também. Uma alimentação balanceada custa muito menos e te dá como retorno saúde!

E vocês? Já fizeram essa conta na sua casa? Se sim, contem para a gente sua experiência.

Beijinhos! 

2 comentários:

  1. Interessante!
    Como consigo essa planilha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa planilha nós criamos para uso pessoal. Mas vc pode fazer a sua no excel tranquilamente.
      Liste todos os itens que vc costuma gastar em linhas (supermercado, quitanda, farmácia, contas água e luz, etc) e os meses em colunas
      Dai todo fim de mês vc vai alimentando essa planilha. Não é difícil rs
      E vai te ajudar a ter uma boa noção dos seus gastos mensais.
      E como fizemos durante 2 anos deu para avaliar o consumo de um ano para o outro também.

      Excluir